Por um movimento estudantil LIVRE! Derrubar a máfia da PUCRS

Publicado: 15/06/2011 em Uncategorized

Desde a semana passada o Movimento Estudantil gaúcho, em especial os estudantes da PUC, vem protagonizando uma grande onda de mobilizações contra a Máfia ligada ao PDT, que há tempos se apoderou do DCE da Universidade. O estopim das mobilizações foi a falta de democracia nas eleições do CONUNE, que estavam ocorrendo na semana passada, mas logo o movimento se expandiu a todos setores estudantis da Universidade e passou a questionar de frente a legitimidade da atual gestão do DCE e exigir eleições democráticas. A Máfia da PUC comanda a entidade a mãos de ferros, não realizando eleições abertas e democráticas e muito menos, prestação de contas, há mais de 20 anos.

Na noite de ontem, novamente durante as eleições para o CONUNE, eles passaram de todos os limites: agrediram estudantes, abusaram sexualmente de ativistas do movimento e como sempre, impediram o direito de auto-organização estudantil.Felizmente, a revolta dos estudantes cresceu de acordo com a brutalidade dos fatos e rapidamente se iniciaram as manifestações de repúdio, organizadas principalmente pelo Movimento 89 de Junho, que reuniu na noite de ontem mais de 300 pessoas. Esse movimento foi recentemente criado com o intuito de unificartod@s estudantes que repudiam as práticas corruptas, violentas e anti-democráticas do DCE e é composto por diversos coletivos, entidades e independentes; seu nome faz referência as datas iniciais das mobilizações (8 e 9/06).

Na PUCRS, o novo pede passagem!

Na manhã de hoje o caso chegou a imprensa e inclusive foi pauta na Câmara de Vereadores de Porto Alegre, conquistando o apoio de alguns parlamentares. Hoje o movimento prepara, para o início da noite, um grande ato para exigir punição aos agressores machistas e democracia na PUC, a forte adesão aos protestos tem mostrado que o novo pede passagem. Assim como os estudantes espanhóis que acamparam nas Praças para exigir a real democracia, os estudantes da PUC estão mantendo suas barracas em frente ao DCE. E como a juventude egípcia que derrubou a ditadura de Mubarak e logo fundou DCEs Livres em massa nas Universidades, é hora tomarmos para nós a grande batalha de afirmar na PUC um novo movimento estudantil: LIVRE, democrático e combativo.

A unidade é fundamental, e nesse momento em que a situação se acirra é preciso cortar qualquer tipo de relação com a Máfia da PUC. Nesse sentido chamamos a UNE a romper e deslegitmar essa entidade, que não representa de maneira alguma os interesses dos estudantes.

Abaixo DCE que bate em mulher

Nós da ANEL apoiamos e estamos junto na luta dos estudantes da PUC, repudiamos qualquer tipo de agressão principalmente de cunho machista que vem acontecendo repetitivamente nos últimos 20 anos. Reivindicamos a atitude das companheiras mulheres que são linha de frente das mobilizações, assim como no oito de maio Egípcio que colocou na rua milhares de lutadoras que após a queda do ditador clamavam por liberdade. Defendemos novas eleições para o DCE da PUC assim como punição exemplar aos agressores machistas!

ANEL (Assembléia Nacional de Estudantes – Livre)

Anúncios
comentários
  1. wylliam disse:

    MEUS PARABÉNS A TODOS QUE FAZEM ESTE MOVIMENTO CRESCER CADA DIA MAIS E LUTAM PELA LIBERDADE DEMOCRÁTICA. SOMENTE COM LUTA E RESISTÊNCIA VAMOS VENCER ESTÁ GUERRA, JÁ TEMOS APOIO DE MUITOS POLÍTICOS DA MÍDIA, ENTIDADES E GRUPOS COM TODO ESTE APOIO É IMPOSSÍVEL PERDEMOS ESTA LUTA APENAS NÃO PODEMOS DEIXAR A PETECA CAIR ABRAÇO A TODOS E VAMOS A LUTA!!!

Comente, divulgue, participe!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s