Nota do DAECA – UFRGS sobre últimos acontecimentos na PUCRS

Publicado: 16/06/2011 em Uncategorized

As cenas divulgadas pela grande imprensa são chocantes: duas estudantes mulheres atiradas no chão cercadas por cerca de dez estudantes homens que gritavam e as ameaçavam. Ao lado a segurança da PUC que ficou PARADA, sem reação, sendo conivente com toda agressão desferida por membros do DCE em cimas das duas estudantes. Esta cena de violência foi a mais recente, mas não a única já presenciada e denunciada contra o DCE da PUC que a mais de duas décadas é tocado pelos mesmos “gestores”.

Há mais de 20 anos, é sabido que a mesma entidade é um aparelho que encontra-se na mão de um mesmo grupo político, financiando campanhas eleitorais e benesses de toda sorte, e que cada vez mais encontra-se longe dos interesses de seus colegas representados. Em 2004 a própria Comissão de Direitos Humanos da Assembléia Legislativa decide investigar. Isso sem contar as denúncias do Ministério Público quanto a gestão financeira do DCE.As denúncias não são de hoje. Desde muito antes denunciava-se haver uma máfia no DCE da PUC.

As últimas eleições para o CONUNE foram estopim quando a atual gestão do DCE não reconheceu NENHUMA chapa de oposição, causando grande revolta nos estudantes. Suas práticas agressivas, de coação, agressão física e inclusive assédio sexual foram mais uma vez colocadas em ação para defender interesses escusos indo contra tudo que os estudantes mais prezam: democracia e respeito a pluralidade de ideias. Parte dessas práticas foram colocadas em ação nas eleições de 2009 do nosso Diretório, o que nos torna também atingidos e profundamente revoltados com esse tipo de movimento estudantil que, ao fim ao cabo, utiliza-se de práticas fascistas para manter o seu poder.

Sendo esses fatos devidamente notificados através de um processo que exigia a abertura de uma sindicância para apurá-los.

Assim nós do DAECA nos colocamos ao lado dos estudantes que lutam contra a atual gestão do DCE da PUC, pela destituição do grupo atualmente isnstalado ou qualquer medida equivalente decidida pelos estudantes representados e que ponha fim imediato a bárbarie praticada por esse grupo político há vários anos no movimento estudantil dentro e fora da PUCRS. Para que isso seja realizado, apoiamos o movimento 8-9 de junho em suas reinvindicações:

  • Retirada do processo contra 9 estudantes em retaliação interna, por parte do DCE, às manifestações;
  • Expulsão dos agressores e tomada das medidas legais criminais cabíveis contra eles;
  • Desarquivamento e julgamento do inquérito movido  na Assembléia Legislativa em 2004 que tenha como meta a punição dos executores do próprio tesoureiro do DCE à época;
  • Auditoria pública das contas do DCE dos últimos 23 anos.
  • Novas Eleições para a gestão do DCE com presença e fiscalização do Ministério Público.
Anúncios

Comente, divulgue, participe!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s